Este é um blog dedicado exclusivamente para o caipira, sua música, seus causos enfim tudo que tenha a ver com a vida simples do homem do campo. Aqui vc vai encontrar links para sites que tem interesse no resgate e preservação deste estilo.

terça-feira, outubro 03, 2006

Geraldinho


Geraldinho – Trova, Prosa e Viola



Por Luciano Branco

Geraldo Policiano Nogueira nasceu em 18 de dezembro de 1913, na roça, mais precisamente na fazenda Aborrecido (que ironia!), no interior de Bela Vista de Goiás. Trabalhador braçal, pegou muito em cabo de enxada para sustentar a mulher e os seus oitos filhos; como ninguém é de ferro, ele era chegado numa boa “branquinha”, em uma dança típica, nesse caso a catira, e também nas tradicionais Folias de Reis. Para muitos, pode parecer estranho, mas esse humilde senhor foi e pra sempre será um “FENÔMENO” do humor que o país tem que (re)conhecer.

Hoje, graças a Hamilton Carneiro (apresentador, compositor, folclorista e multimídia) podemos recuperar um pouco do tempo perdido, e assim, ficarmos sabendo um pouco mais da trajetória de Geraldinho através de dois discos retirados do espetáculo “Trova, Prosa e Viola”, ambos lançados pela Anhangüera Discos. Nos CD's, além dos causos de Geraldinho (e bem como sugerem seus títulos), temos as trovas e modas de viola, e Hamilton, que além de ter escrito os shows (um e dois), entra com a interpretação das trovas, contando estórias que costuram bem os causos do Geraldinho com as modas de André e Andrade. Sobre esta dupla, são mais de trinta anos de carreira e mais de dez discos lançados.

O supra-sumo dos CD's é claro que são os causos narrados por Geraldinho, um autêntico capiau, dono de um estilo único de relatar suas peripécias, espontâneo, típico, simples e divertidíssimo. Muitos dos causos vocês podem até já ter ouvido por aí nas vozes de outros humoristas, mas dificilmente creditados a seu verdadeiro autor. Todos os causos presentes nos CD's são de autoria de Geraldinho, alguns reais e outros pura invencionice do gênio (não se tem certeza, mas pode ser que um ou outro causo seja de domínio público e adaptados por ele).

Geraldinho nos faz lembrar de tipos como Mazzaropi, Alvarenga e Ranchinho, embora seu humor seja de outro estilo, bem mais para aquele tio engraçado do interior que quase todos nós temos. Ouvindo as risadas inconfundíveis do humorista, somos transportados para a roça em uma tarde de chuva daquelas em que ficamos todos em volta de um violeiro e de um contador de causos prestando atenção e nos divertindo.

Antes de Hamilton “descobrir” Geraldinho (isso foi em 1984, juntamente com José Batista, quando Hamilton quando gravava matérias para o seu programa Frutos da Terra), ele contava seus causos em todos lugares por onde passava: na roça (principalmente na fazenda Nuelo, onde viveu boa parte de sua vida, nas redondezas de Bela Vista de Goiás), em festas, botecos, folias, quermesses e pasmem, até em velórios!

Depois do “reconhecimento”, Hamilton, conhecedor dos hábitos e costumes do interior goiano, não deixou o humorista perder sua naturalidade e originalidade, mas tratou de fazer uma adequação na linguagem usada por ele para os meios de comunicação. Uma vez feitas essas pequenas alterações, Geraldinho passou a se apresentar em teatros (inclusive no Nacional, de Brasília), rádios e televisão (sobretudo no programa Frutos da Terra, da TV Anhangüera, já fazendo as parcerias presentes nos discos).

Se você se permitir entrar no clima manso e cômico que só os sertanejos possuem, pode crer que irá rolar de rir com os causos no primeiro CD. “A Namoradinha” (um caso de amor), “Os Ossos” (onde ele lembra de um passado que estava guardado em uma fundura medonha), “O Causo do Marimbondo” (que fala por si só devido à tremenda maçaroca) e o clássico definitivo da sua obra, “O Causo da Bicicleta”; só mesmo ouvindo para comprovar a grandeza desse (e dos outros também!).

O volume dois (foi retirado da mesma apresentação do volume um) seria também o segundo show do projeto, que foi interrompido pela morte do humorista (ele faleceu 18 dias antes de completar 80 anos, por conseqüência de uma trombose intestinal no ano de 1993!). Hamilton decidiu compartilhar com o seu público esse material lançado em comemoração aos 20 anos do programa Frutos da Terra; estão presentes no CD “O Causo do Porquinho” (ele conta porque falta um torresmim nas suas ventas), “O Causo do Rádio” (o grande destaque desse CD, que só ouvindo também para dar boas gargalhadas), “O Causo do Carro de Boi” (as aventuras do humorista no trabalho com seu patrão bruto) e mais “Casalzinho Novo”, “O Causo do Soldado” e “O Causo do Peãozinho Novo”.

Para nosso deleite, nos encartes dos CD's vêm um glossário com expressões usadas por Geraldinho que só fazem aumentar nossas gargalhadas: “Subaquim da perna”, “Recursim de minguar a toada”, “Aluiu”, “Sungou”, “Esgotamento do mês” e “Diluimento”, são apenas algumas delas.

Os shows do espetáculo “Trova, Prosa e Viola”, mesmo com a morte da sua figura principal, ainda continuam com o mesmo trio e com Geraldinho em imagens no telão, isso graças à sincronia e à tecnologia de hoje, que permitem também que Hamilton, André e Andrade consigam até mesmo conversar com Geraldinho. A montagem e o impacto ao mesmo tempo em que fazem rir, emocionam a platéia.

Esqueça tudo o que te disseram sobre humor e permita-se a esses dois CD's. Estranho seria se sites como Porão Web e Dissonância deixassem passar desapercebido um trabalho assim, afinal, o lema é a divulgação das boas propostas musicais, sejam elas quais forem, e nesse caso, a obra de Geraldinho é obrigatória em qualquer discoteca que se preze, fazendo jus a um artista que o Brasil ainda merece conhecer e temos dito.


Quem quiser conhecer de perto estes dois excelentes trabalhos segue abaixo os links direto do blog Acervo Caipira

LINK - TROVA PROSA E VIOLA - VOLUME 01

LINK - TROVA PROSA E VIOLA - VOLUME 02

A senha para os dois links é a mesma : BellaCrys
E tenham boas gargalhadas

5 comentários:

Elsio disse...

A senha não serve para o volume 2

Ariel Camargo disse...

Oi

Talves seja por causa que a origem do link seja o blog acervo caipira que foi desativado pelas proprietarias, assim que eu tiver uma nova posição estarei repostando

Obrigado

Elsio disse...

Já escutei o 1º é espetacular, parabéns pelo post, aguardo com ansiedade a senha do volume 2. Um gde abraço

Fábio "Kiko" disse...

Parabéns por essas informações. Eu tenho parentes em Goiás e o Geraldinho é o típico personagem do interior que, aliás, nem precisa interpretar. Sobre os links, estão quebrados, mas tenho postado sem senha. Abraços!

Anônimo disse...

Prezado,

Enfim encontro algo sobre esse grande piadista, que ouvi nufa fita K& há tantos anos.

Mas não consigo abrir os links.

Como faço?

Parabéns e obrigado